MITOLOGIA CLÁSSICA

MITOLOGIA CLÁSSICA
LOCAL: Quinta da Regaleira ACESSO: € 15 (desconto de 10% para Munícipes de Sintra mediante apresentação de um comprovativo de morada válido por bilhete. Desconto aplicável a bilhetes vendidos/levantados na bilheteira na Quinta da Regaleira e restantes postos de venda exceto Internet)
OUTROS
DATA: 11/05/202405/10/2024 HORÁRIO: 11h00

Visitas Guiadas
Pela Associação CLENARDUS
(disponíveis apenas em português)

11 MAI, 6 JUL e 7 SET 2024 | 11h00
Descida aos Infernos | Deuses e Heróis

1 JUN, 3 AGO e 5 OUT | 11h00
Amores Proibidos | Deuses e Mortais


Mitos na Regaleira é a oportunidade para se caminhar pela Quinta da Regaleira sob os passos da mitologia greco-romana. Deuses e heróis serão as personagens das duas visitas temáticas preparadas pela Associação Clenardus no âmbito do Projeto Apolo e conduzidas por Sérgio Franclim, professor de Português e de Estudos Clássicos na TASIS Portugal e autor de diversos livros sobre mitologia… Sigamos Zeus e outros deuses, Perseu e outros heróis, Medusa e outros monstros através dos mitos narrados pelos diversos espaços da Quinta da Regaleira.

1 | Descida aos Infernos | Deuses e Heróis
Poucos foram os mortais que desceram aos Infernos, ao Reino dos Mortos, e de lá saíram para partilhar o que viram no reino que ficava nas profundezas da Terra, governado por Hades. Nesta visita temática, seguiremos Orfeu, Ulisses, Teseu e muitos mitos serão narrados ao longo da nossa caminhada pela Quinta Regaleira.

2 | Amores Proibidos | Deuses e Mortais
A mitologia greco-romana está cheia de amores proibidos entre deuses e mortais. Zeus, o deus dos deuses, teve diversos amores e muitas vezes despertou a ira da sua esposa, Hera, deusa do casamento e da fidelidade. Conheceremos o mito do rapto de Europa, o primeiro amor de Apolo e muitas outras paixões, enquanto percorremos os recantos fantásticos da Quinta da Regaleira.


Bilhetes à venda: Bilheteira da Quinta da Regaleira, regaleira.byblueticket.pt e nos postos de venda Blueticket.
Classificação: M/12
Duração: 90 minutos aproximadamente. Sem intervalo.

A Associação CLENARDUS é, essencialmente, uma associação de professores do Ensino Secundário e Universitário, que lecionam línguas clássicas, mas integra, também, nos seus corpos sociais, arqueólogos e historiadores, pois considera que a interdisciplinaridade é essencial para o conhecimento. A Associação visa apoiar entidades e instituições públicas e privadas, escolas, alunos e docentes a integrar e promover projetos ligados à Antiguidade, levando à democratização do ensino da Cultura e das Línguas Clássicas e permitindo o livre acesso a este saber milenar.


AGENDA 2024 | NORMAS DE ACESSO
· A venda de ingressos para a visita decorre online, no endereço regaleira.byblueticket.pt
· Nos dias de visita, a bilheteira também abrirá no local de realização do mesmo, uma hora antes do seu início.
· Não é permitida a entrada a menores de 3 anos nos espetáculos, nos termos da alínea b) do art. 25º do Decreto-Lei nº 23/2014 de 14 de fevereiro.
· Não é permitida a entrada de público após a hora de início da visita.
· Não é permitido qualquer tipo de registo fotográfico, áudio ou vídeo sem autorização prévia da Fundação Cultursintra FP;
· Não é permitido o uso de telemóvel ou de outros equipamentos eletrónicos durante a visita, devendo os mesmos serem mantidos em silêncio;
· Não é permitido comer e/ou beber durante a visita;
· Não é permitido fumar na Quinta da Regaleira, exceto nos locais assinalados;
· A restituição do valor do bilhete apenas será feita nos casos previstos no art. 9º do Decreto-Lei n.º 23/2014 de 14 de fevereiro, não havendo lugar à mesma em caso de atraso do público;
· A visita realiza-se com um mínimo de 5 participantes;
· O bilhete deve ser conservado até ao final da visita.

AVISO | Caso não se reúnam as condições meteorológicas favoráveis à realização da visita, a Fundação Cultursintra FP reserva-se o direito de a cancelar, salvaguardando a remarcação dos bilhetes para outra data ou respetivo reembolso (Decreto-Lei n.º 23/2014 de 14 de Fevereiro).


Foto: Quinta da Regaleira, por António Moutinho