Robin dos Bosques | Quinta da Ribafria

Robin dos Bosques | Quinta da Ribafria
LOCAL: Quinta da Ribafria - Jardim dos Buchos ACESSO: € 5 (desconto de 10% para Munícipes de Sintra mediante apresentação de um comprovativo de morada válido por bilhete. Desconto aplicável a bilhetes vendidos/levantados na bilheteira da Quinta da Ribafria e restantes postos de venda excepto Internet)
TEATRO
DATA: 28/07/201808/09/2018 HORÁRIO: Sábados às 11h00 e 16h00

Pela bYfurcação Teatro

Na floresta de Sherwood, vagueia uma personagem querida de todos, Robin dos Bosques. Ele rouba aos ricos para dar aos pobres e isso faz com que ganhe muitas inimizades. A maior de todas é o Xerife de Nottingham, homem azedo e mesquinho. Para apanhar Robin, o Xerife rapta Miriam - pensa ele - e é aqui que o nosso herói toma o seu destino nas suas mãos e castiga-o. No fim e com a conivência de Ricardo Coração de Leão, Robin volta a ser um homem respeitado por todos. Entre flechas e corações como alvo, tudo acaba em festim. 

Classificação: M/3
Duração: 60 minutos aprox.

Informações e Reservas: 
Ticketline 1820 (24 horas)

Bilhetes à venda: 
Bilheteira da Quinta da Ribafria
www.ticketline.sapo.pt [ aqui ]
e nos locais habituais

Espectáculos ao ar livre
Aconselha-se a utilização de chapéu, óculos de sol e protector solar

--

FICHA ARTÍSTICA/ TÉCNICA

Adaptação de texto: Paulo Cintrão
Encenação: Paulo Cintrão
Interpretação: Ana Lúcia Magalhães, Brienne Keller, Frederico Serpa, João Redondo, Mário Abel, Patrícia Duarte, Rafael Serra, Rafaela Pereira, Ricardo Karitsis, Ricardo Lérias,Teresa Alves
Música Original: Nuno Cintrão
Figurinos: Flávio Tomé
Cenografia e Adereços: Marta Fernandes da Silva
Design Gráfico: Carlos Moura
Produção: Byfurcação Teatro
Promotor: Fundação Cultursintra FP

Sobre a bYfurcação Teatro

A bYfurcação é uma companhia de teatro profissional com sede em Mem Martins - Sintra, nascida em 31 Julho de 1998. O objetivo da bYfurcação é criar e levar ao público diferentes formas de arte, com destaque para o teatro. Desde a sua criação, a bYfurcação tem apostado em propostas vanguardistas, num registo estético assumidamente minimalista. O destaque vai para a dramaturgia clássica com grande ênfase nos textos clássicos infantis. Além do teatro para a infância e para público em geral, a bYfurcação participa ainda em várias recriações históricas e temáticas e marca uma forte presença no Teatro de Improviso em Portugal. Com espetáculos que chegam a ter mais de 14.000 espectadores por carreira, a bYfurcação conta com um percurso com mais de 18 anos de sucesso a criar cultura.


AGENDA 2018 | NORMAS DE ACESSO
 

As reservas deverão ser levantadas na bilheteira do recinto do espectáculo. Nos dias de espectáculo, a bilheteira do local do evento abre uma hora antes do início do mesmo. As reservas devem ser levantadas até 30 minutos antes do início do espectáculo. Findo este período os bilhetes serão disponibilizados para venda.

Na sequência do Decreto-Lei nº 23/2014 de 14 de Fevereiro, a Fundação Cultursintra FP informa que não é permitida a entrada a menores de 3 anos nos espectáculos. Bilhete pago a partir dos 3 anos.

Não é permitida a entrada após o início do espectáculo. Em caso de atraso e de impossibilidade de entrar, o valor do bilhete não será restituído. (Art. 10.º do Decreto-Lei n.º 23/2014 de 14 de Fevereiro);

Os espectáculos de teatro realizam-se com um quórum mínimo de 10% da capacidade da sala.
 
Não é permitido qualquer tipo de registo fotográfico, áudio ou vídeo sem autorização prévia;

Não é permitido o uso de telemóvel ou de outros equipamentos sonoros durante o espectáculo;

Não é permitido comer e/ou beber no recinto do espectáculo;

Não é permitido fumar em todo o espaço da Quinta da Ribafria;
 
O bilhete deve ser conservado até ao final do espectáculo.

AVISO | Nos espectáculos ao ar livre, caso não se reúnam as condições meteorológicas favoráveis à realização do evento, a Fundação Cultursintra FP reserva-se o direito de cancelar a sessão, salvaguardando a remarcação dos bilhetes para outra sessão ou respectivo reembolso (Decreto-Lei n.º 23/2014 de 14 de Fevereiro).