AURA FESTIVAL 18 · 21 AGO 2016 Histórias da Noite

O Aura Festival é um evento noturno, de entrada livre, dedicado à experimentação da noite e da memória através das artes da luz e de cartografias emocionais do território. A segunda edição, em 2016, decorre na vila de Sintra entre 18 e 21 de agosto, sob o tema “Histórias da Noite”. Coorganizado pela Criatividade Cósmica e pela Câmara Municipal de Sintra, o Aura Festival promove a convivência social no espaço público através de um percurso pedonal (do MU.SA à Quinta da Regaleira) que oferece aos residentes, comerciantes, turistas e visitantes, a experiência de imersão na paisagem noturna da vila e a fruição poética da iluminação artística nos meandros misteriosos de Sintra, proporcionando alternativas de vivência e apropriação dos espaços quotidianos.

A programação assenta numa planificação anual de atividades artísticas, socioculturais, tecnológicas e científicas, sugerindo novas perspetivas de apropriação da vila de Sintra, bem como de intervenção e animação do espaço público noturno através de criações de artistas portugueses e estrangeiros. Mais concretamente, o festival promove as seguintes tipologias de intervenção: criações artísticas context-site-specific (obras que resultam de residências artísticas na vila); Instalações em cenários não convencionais (onde o espaço público é o palco privilegiado) e Cartografias Emocionais que revelam memórias, imagens, desejos e indignações de antigos e atuais residentes, empresários e comerciantes locais.

O festival pretende assim contribuir para a qualidade de vida local em três dimensões que considera essenciais: a participação dos cidadãos, das instituições e associações locais; a mobilização do comércio local; e a vitalidade cultural urbana.

Convidamos a população e os visitantes a experimentar uma nova forma de viver as paisagens da vila de Sintra, os lugares por todos visitados mas nem sempre compreendidos.
   
No entender da diretora do Aura Festival, Patrícia Freire, «numa época caracterizada por novas possibilidades conceptuais e tecnológicas, a componente artística assegura a comunicação entre os universos, habitualmente distantes, das universidades às instituições públicas e privadas, indústria, comércio, serviços, associações locais e a população. Num desígnio comum, são associados os valores da qualidade, da criatividade, da excelência e da vitalidade urbana.»

Para Samuel Roda Fernandes, diretor do festival, «pretende-se habitar a noite através do olhar dos artistas e da própria comunidade com uma componente artística e comunitária. A vontade de juntar a noite e as memórias fez com que o festival ficasse profundamente conectado com a revelação de locais que se foram modificando ao longo do tempo, os seus modos de vida, as suas recordações que serão visíveis através de cartografias vivenciais dos habitantes de Sintra».

A primeira edição decorreu entre 27 e 30 de Agosto de 2015, no âmbito das comemorações do Ano Internacional da Luz e dos 20 anos de Sintra Património Mundial. O festival foi visitado por mais de 20.000 pessoas, teve 49.000 consultas ao site e contou com o apoio de diversas empresas do concelho.

Informações em www.aurafestival.pt